Equipe

Coordenação


  • Sylvia Lemos Hinrichsen

    Médica Infectologista.

    Professora Titular do Departamento de Medicina Tropical da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Consultora em Segurança do Paciente e Controle de Infecções-Stewardship.


  • José Branco

    Médico Infectologista do IBSP – Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente.

    Médico infectologista, com MBA Executivo em Saúde pela Fundação Getúlio Vargas. Especialista em Qualidade e Segurança do Paciente pela Universidade Nova de Lisboa, é fundador e diretor executivo do IBSP – Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente.


  • Flávia Rossi

    Médica Microbiologista da Universidade de São Paulo (USP).

    Desde 2000, é diretora médica do Laboratório de Microbiologia da Universidade de São Paulo. Fez especialização em Clínica Médica, Patologia Clínica e Microbiologia Clínica na FMUSP, com estudos sobre resistência bacteriana. Já atuou como diretora médica do Laboratório do Hospital Emílio Ribas e médica chefe da microbiologia do Hospital do Câncer A.C. Camargo. Atualmente, é diretora da MD Consultoria em Microbiologia Diagnóstica, consultora do Grupo Integrado de Vigilancia – Resistência Bacteriana (AGISAR, da OMS) e diretora médica do Laboratório de Microbiologia da Universidade de São Paulo.

  • Consultores Internacionais


  • Adrian Brink

    Microbiologista Clínico da Ampath Trust, na África do Sul.

    Adrian Brink é chefe de Microbiologia Clínica do Hospital Milpark e Ampath National Laboratory Services, em Johanesburgo, na África do Sul. Ele também é copresidente do programa de administração de antibióticos sul-africanos e autor sênior do Massive Open Online Course on Antimicrobial Stewardship (British Society of Antimicrobial Chemotherapy and University of Dundee, na Escócia).
    O Dr. Brink obteve seu MB BCh na Universidade de Pretória antes de completar treinamento médico adicional, incluindo o seu MMed – em Microbiologia Clínica. Ele atuou como presidente da Federação de Sociedades de Doenças Infecciosas da África do Sul e é membro do Conselho Executivo. Apresentador regular em congressos nacionais e internacionais, o Dr. Brink é autor ou coautor de mais de 50 trabalhos em revistas como o International Journal of Antimicrobial Agents, Emerging Infectious Diseases e o Journal of Antimicrobial Chemotherapy, sendo membro do conselho editorial de várias revistas.

    Os interesses de pesquisa incluem resistência aos antibióticos em infecções do trato respiratório adquiridas na comunidade e infecções relacionadas a cuidados intensivos, bem como a farmacocinética e medidas de resultado de antibióticos em patentes de UTI, incluindo administração de medicamentos antimicrobianos em cuidados primários e hospitais.


  • Mark Gilchrist

    É farmacêutico e consultor em doenças infecciosas do Imperial College Healthcare NHS Trust
    e professor sênior honorário do Imperial College, em Londres.

    Farmacêutico inglês especializado em gestão e uso racional de antimicrobianos, com enfoque em segurança do paciente quanto a infecções e resistência antimicrobiana. Mark foi o último presidente da Associação de Farmácia Clínica & Rede de Farmácia e Infecção do Reino Unido (UKCPA PIN), copresidente da Sociedade Britânica para Terapia Antimicrobiana (BSAC), da iniciativa Terapia Antimicrobiana Parenteral Ambulatorial do Reino Unido (OPAT) e porta-voz da “Royal Pharmaceutical Society” para antimicrobianos.

    Mark se formou na Escócia antes de se mudar para Londres para se concentrar em uma carreira voltada para o tema “infecções”. Ele tem interesses particulares em estratégias de gestão de antimicrobianos, incluindo os temas de terapia antimicrobiana parenteral ambulatorial, tuberculose e cuidados intensivos. Sua pós-graduação inclui um mestrado e um status de prescrição independente não-médica. Proferiu muitas palestras e workshops sobre gestão de antimicrobianos, tanto a nível nacional quanto internacional, e fez publicações nas suas áreas de interesse. Ele foi premiado com o “Faculty Fellow da Royal Pharmaceutical Society”, em 2013, foi eleito para o conselho BSAC em 2014 e foi membro do grupo de trabalho que analisou e desenvolveu o guia de saúde pública de 2015 na Inglaterra sobre uso racional de antimicrobianos intitulado “Smart Start

 

Participantes


  • Karina Pires Pecora

    Enfermeira com experiência em terapia intensiva e diretora de operações do IBSP – Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente.

    Enfermeira especialista em Terapia Intensiva, com MBA Executivo em Saúde pela Fundação Getúlio Vargas e especialista em Qualidade e Segurança do Paciente pela Universidade Nova de Lisboa. É fundadora e diretora de operações do IBSP – Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente.


  • Eliana Argolo

    Enfermeira com experiência na área assistencial e consultora de projetos do IBSP – Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente.

    Graduada em enfermagem pelo Centro Universitário São Camilo, especialista em Qualidade no Cuidado e Segurança do Paciente pela Universidade Nova de Lisboa, MBA em Controle de Infecção Hospitalar pela Faculdade INESP e MBA em Gestão de Saúde pela FGV. Com experiência na área assistencial, controle de infecção relacionada a assistência à saúde e qualidade e segurança do paciente. Atualmente consultora de projetos do IBSP.